Câmara Municipal de Penela

Assembleia Municipal de Penela aprova Orçamento para 2022



O orçamento do Município de Penela para 2022 foi aprovado por larga maioria, com apenas um voto contra do PSD, representando um acréscimo de sensivelmente 8% comparativamente ao orçamento de 2021.

Na reunião extraordinária que teve lugar dia 29 de dezembro de 2021, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o orçamento e as grandes opções do plano mereceram os votos favoráveis de todos os deputados municipais e presidentes de junta de freguesia, com exceção de um voto contra de um deputado municipal do PSD.

O orçamento aprovado, de cerca de 12 milhões e 900 mil euros, havia sido já votado em reunião do executivo municipal a 20 de dezembro, tendo então sido aprovado por maioria, com os votos favoráveis do PS e abstenção dos vereadores eleitos pelo PSD.

Segundo o Presidente da Câmara, Eduardo Nogueira dos Santos, este orçamento “traduz o rigor, prudência, transparência e integridade das contas públicas, materializando a ambição em concretizar novos projetos que este executivo oportunamente assumiu para com a população”. Para o Presidente da Câmara Municipal de Penela, a aprovação deste orçamento “espelha a missão primordial desta nova liderança: as pessoas e o desenvolvimento socioeconómico do concelho”.

A aposta na Mobilidade Urbana Vila de Penela (na qual se inclui a construção de um novo parque de estacionamento, entre a Praça do Município e a Rua da Filarmónica), a requalificação da Piscina Municipal de Penela e do espaço natural da Louçainha, a conclusão da ampliação da obra do HIESE, a reabilitação da Casa dos Saberes e do Território (antiga Casa da Legião), a conclusão da Zona Industrial da Louriceira, bem como a concessão de apoios aos munícipes e às famílias, entre os quais, o lançamento dos programas ‘Educação +’ e ‘Creche +’, a implementação do projeto ‘Penela + Próxima’, do projeto ‘Pintar Penela’, entre muitos outros, “assumem especial importância por serem projetos que irão melhorar a qualidade de vida dos munícipes e a atratividade para quem investe em Penela e também para quem nos visita”.

Numa lógica de equidade e estabilidade fiscal, o executivo propôs à assembleia municipal a aplicação de taxas simbólicas da TMDP, a manutenção da taxa de IMI e da participação variável do município no IRS.

Por fim, segundo o Presidente, “este orçamento tem uma tendência de crescimento, assente na captação de fundos comunitários, que recentra o foco nas pessoas, nas famílias, sem esquecer os empresários e os investidores”.

 

Para consulta do Edital, por favor, clicar aqui: Edital n.º 44/2021



Data

05/01/2022