Câmara Municipal de Penela

Foto: mapa da freguesia
Foto: sede do cised
Foto: sede do cised
Marca logotipo do CISED

CISED - Centro de Interpretação do Sistema Espeleológico do Dueça

Beleza, grandiosidade, espectacularidade, variedade, originalidade, tipicidade, genuinidade e pureza serão certamente apenas alguns dos adjectivos exigidos às paisagens calcárias como é a Serra de Sicó: uma pérola no coração de Portugal.

A rocha nua, perfurada e lavrada em espectaculares campos de lapiás, as vertentes íngremes e pedrosas, associadas a profundos vales, as depressões fechadas, por vezes com pequenas lagoas de arranjo antrópico, e o incrível mundo subterrâneo com as suas grutas, são as marcas bem características de uma paisagem sui generis: o "Reino da Pedra".

O próprio modo como ao longo do tempo se foi fazendo a apropriação do espaço pelo ser humano contribui para o acentuar desta paisagem especifica; os muros de pedra solta, os simples amontoados, são testemunhos harmoniosamente inseridos neste território.

Os espaços abertos, a imensidão da paisagem e a existência de grutas convidam à meditação e são muitos os testemunhos de sacralização, como cavidades naturais, buracas, dolinas, espécies arbóreas.

Trata-se de um território que encerra recursos naturais, ambientais e patrimoniais de elevado valor, como a pedra, a paisagem, a fauna e a flora e, sobretudo, as suas águas subterrâneas.


O Centro de Interpretação do Sistema Espeleológico do Dueça (CISED) é uma infra-estrutura pensada e criada para promover e valorizar o território através a preservação e salvaguarda do ambiente enquanto principal riqueza social e económica.

Objectivos fundamentais são:

  • Apoiar a exploração espeleológica no território;
  • Estimular a investigação científica;
  • Incentivar a cooperação entre as diferentes entidades que trabalham nos vários domínios disciplinares do território envolvente;
  • Divulgar nos meios científicos, técnicos e administrativos os conhecimentos entretanto adquiridos sobre o território;
  • Implementar, através do conhecimento científico adquirido, a realização de acções de Educação Ambiental;
  • Organizar reuniões científicas para apresentação, discussão e divulgação do conhecimento adquirido e das respectivas estratégias de desenvolvimento;
  • Promover o turismo ambiental no território;
  • Contribuir para uma atitude crítica das populações e agentes regionais e para uma visão ambientalmente sustentável do desenvolvimento regional.