Câmara Municipal de Penela

Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados

  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados
  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados
  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados
  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados
  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados
  • Penela promoveu ações de informação sobre óleos alimentares usados


A CerciPenela com a colaboração do Municipio de Penela promoveu, junto das escolas do concelho de Penela, uma ação de sensibilização para a recolha e valorização de Óleos Alimentares Usados. A iniciativa, dinamizada pela empresa EcoX, sediada no HIESE - Habitat de Inovação Empresarial nos Sectores Estratégicos de Penela que desenvolve e comercializa detergentes ecológicos, sensibilizou e motivou as crianças e os jovens para o desenvolvimento de uma “consciência ambiental”.

Para reforçar a importância da reciclagem, as crianças aprenderam a fazer sabão líquido de forma segura e divertida com óleo usado e as consequências do seu descarte incorreto.

Para além dos folhetos informativos, foi lançado o desafio junto da comunidade escolar para, durante o ano letivo, entregarem a maior quantidade de óleo alimentar usado, sendo para tal colocado um recipiente em cada sala de aula e, no final do ano, irão ser premiadas as turmas que entregarem a maior quantidade de óleo alimentar usado.

Estas ações de sensibilização junto da população mais jovem do concelho, está inserida no âmbito do Programa de Parcerias para o Impacto elaborado pela CerciPenela ao Fundo para a Inovação Social que tem o Municipio de Penela como Investidor Social.

Um projeto inovador que irá distribuir oleões de 2,2 litros ao sector doméstico e 36 litros ao sector restauração para os Óleos Alimentares Usados que serão recolhidos gratuitamente pela CerciPenela, transformados em produtos de limpeza “amigos do ambiente” pela EcoX e, posteriormente, utilizados em edifícios públicos ou habitações, cumprindo-se o conceito de “economia circular” ajudando, com pequenos gestos, a combater algumas consequências das alterações climáticas.



Data

11/11/2019

Categoria

Ambiente

Partilhar notícia